Espíritos Satânicos Pela Visão do Cristo – Parte 06

Se os espíritos satânicos ou esquerdistas do Cristo Planetário de nossa humanidade ficassem com o direito a reencarnar na Terra, no terceiro milênio, em breve seria ela um mundo de completa desordem, sob o comando de geniais criminosos e perversos detentores de assombro poder desenvolvido para o domínio da vontade pervertida.
Esses espíritos satânicos formariam uma consciência coletiva maligna e invencível e o restante dos espíritos se tornariam escravos dessa influência mental.
Seria um domínio total e experimentação cientifica contínua de natureza mórbida, uma degradação coesa e indestrutível sob o desejo diabólico dos espíritos satânicos.
Os espíritos satânicos, habilmente disfarçados sob os trajes elegantes, o desembaraço da sua oratória e o volumoso arquivo literário ou científico, mas ainda famintos de banquetes, de embriaguez elegante e de fortunas fáceis.
(mais…)

Leia Mais

Espíritos Satânicos Pela Visão do Cristo – Parte 05

O satanismo, no seu cortejo mórbido de gozadores irresponsáveis, cria um divertido reino entre os gemidos e as chagas de um mundo que pede um pouco de Amor.
JESUS foi condenado à morte pela crucificação pelas influências dos espíritos satânicos desencarnados, que se uniram aos seus comparsas encarnados, que eram contrários ao Amor fraterno, paz e harmonia, e da pobreza honesta.
Os fariseus modernos, são reencarnações dos velhos sacerdotes hebraicos, ambiciosos e pomposos, atendem ao pensamento satânico e constroem, por sua vez, os templos luxuosos, semelhantes a cofres de pedra fria, e repletos de tesouros transitórios, que as traças roem e a ferrugem consome.
Nos seus tapetes, de veludo principesco, fica o escarro do tuberculoso ou a marca das chagas dos pés do infeliz sem lar a espera de um milagre por parte da insensibilidade dos ídolos dourados.
(mais…)

Leia Mais

Espíritos Satânicos Pela Visão do Cristo – Parte 04

Os espíritos satânicos há todo momento estão influenciando seus pensamentos por toda à parte do planeta, a onde encontram espíritos encarnados para poder sugar a sua energia ou atuar no plano físico, truncando o caminho de evolução pessoal e coletiva dos seres humanos e do planeta.
Os pensamentos dos espíritos satânicos invertem todas as posições de critério moral, os administradores públicos constroem palácios luxuosos, estádios faraônicos, monumentos custosos, neste mesmo tempo que, os órfãos, os tuberculosos, os velhos, os cancerosos, ficam desamparados na gelidez das noites hibernais, patrocinam a construção de templos grandiosos e luxuosos e dispendiosos para homenagear a JESUS.
Os satânicos fazem emigrar os despojos dos mortos heróicos, enquanto que recém nascidos morrem a mingua do leite e das vitaminas.
(mais…)

Leia Mais

Espíritos Satânicos Pela Visão do Cristo – Parte 03

Os espíritos satânicos alimentam estados de angústia e a explosão de ódio entre o povo, promovendo o aumento de preço do leite, dos gêneros alimentícios, das utilidades, do transportes, do pão, e se enfurecem quando seus operários lhes pedem aumento de salário para enfrentar a alta do custo de vida.
Os espíritos satânicos transformam a doença numa bolsa de negócio, em que os medicamentos se assemelham a produtos de super mercado, ou de luxo somente para quem tem condições financeiras para comprar.
Os espíritos satânicos encarnados são aplaudidos pela falsa tradição do mundo material e festejados pelo sentimentalismo dos seres humanos adormecidos pela razão em discernir o que é certo ou errado, gozam em geral da regalia de monumentos nas praças públicas ou de placas nas avenidas festivas.
(mais…)

Leia Mais

Espíritos Satânicos Pela Visão do Cristo – Parte 02

Os espíritos satânicos criam as indústrias bélicas, promovem conflitos armados entre os povos subnutridos, para se enriquecerem com os lucros homicidas.
Quando se tornam conhecidos pelo mundo, sob aplausos interesseiros, cuidam apenas dos seus interesses escabrosos e nunca da fraternidade humana.
Eles são capazes de bombardear a própria terra natal, a fim de aumentarem os seus lucros e créditos nos bancos.
Faltam lhes o Amor puro e o ideal superior do bem comum, movem-se calculadamente, egocêntricos, numa vida capciosa que lhes permita ampliarem os seus domínios faustosos e formar fortuna fácil.
(mais…)

Leia Mais