Pensamentos para Reflexão – Parte 1639

Todas as criaturas constituem-se de centelhas emanadas de uma só Fonte Divina, e estão indestrutivelmente ligadas com DEUS.
No entanto estar ligado a DEUS é uma coisa, e ter a consciência disso é outra.
Todos os seres humanos estão ligados a DEUS porque sua contextura fundamental é emanação dele; porém, como o espírito surge ignorante e inconsciente, embora esteja ligado ao Pai que o criou, todo o esforço que ele executa no sentido de ampliar sua consciência e abranger maior amplitude da Consciência Cósmica de DEUS, é um processo “religioso” de “religar-se”.
O espírito já está ligado a DEUS pela circunstância de ser criação dele, mas depois procura a sua “religação” consciente pelo desenvolvimento da sua própria consciência.

O espiritismo é a revivência do Cristianismo, tanto pela sua doutrina moral quanto à elevação do ser humano, como sua mensagem consoladora prometida por JESUS.
Allan Kardec levantou a ponta do “Véu de Isis”, popularizou os ensinamentos e as práticas iniciáticas que antigamente só pertenciam às iniciações ocultas aos discípulos que tinham vastos conhecimentos.
Leia Mais

Pensamentos para Reflexão – Parte 1638

O espiritismo não é mais uma seita que se particularize entre os diversos tipos de associações religiosas do mundo.
Contudo, é “Religião”, no conceito do vocábulo de “religare”, é um processo ou meio de religar o espírito encarnado à Consciência Cósmica de DEUS.
A função do espiritismo é dinamizar a energia da Centelha Divina que existe na intimidade do ser humano, fazendo aflorar cada vez mais à superfície da transitória personalidade humana; e assim consolidando a individualidade eterna do ser consciente de existir no Universo.

O espiritismo não é um movimento destinado a reunir os seres humanos e incentivá-los à adoração a DEUS de forma particular as suas vontades.
DEUS não se destaca por cerimônias em templos, dogmas, compromissos ou posturas comuns a estatutos religiosos.
O espiritismo é norma de vida do espírito encarnado, induzindo-o a libertar-se, o mais cedo possível, da animalidade que o prende aos ciclos encarnatórios nos mundos planetários.
Mas tudo isso será exercido com um estado mental sem limitações, preconceitos, obrigações ou exigências aos seus fiéis e adeptos.
O esforço do ser humano em realizar-se o mais cedo possível com o Pai; deve ser espontâneo e voluntário.
Jamais obrigatório, pois isso lhe tiraria o mérito da ação.
Leia Mais

Pensamentos para Reflexão – Parte 1637

O espiritismo é uma doutrina profundamente compatível com o Cristianismo porque também dispensa práticas iniciáticas, dogmas, compromissos, rituais, oferendas, símbolos, insígnias e sacerdócio organizado.
JESUS Cristo manifesta-se em qualquer lugar e a qualquer hora, à luz do dia ou da noite, em ambiente fechado ou aberto, nos campos ou nas cidades, inspirando os seres humanos que o evoque para realizar coisas sublimes.
Assim como fizeram os antigos cristãos, os espíritos também cuidam da realidade espiritual, diretamente, em reunião simples, sem adorno, cerimônias ou idolatrias.

Para o espiritismo não basta só passar a existência do espírito pela fenomenologia mediúnica, mas também é preciso desenvolver no ser humano as qualidades evangélicas trazidas por JESUS.
Os espíritas sabem que é mais sensato e proveitoso exercitar nos seres humanos a paz, ternura, humildade e o Amor, que convertem à angelitude, do que apenas surpreendê-los com os fenômenos transitórios referentes à imortalidade.
Leia Mais

Pensamentos para Reflexão – Parte 1636

O espiritismo é um movimento destinado a atrair em seu seio os seres humanos de opiniões, crenças, cor, casta, nacionalidade, cultura ou moralidades mais diversas, jamais deve se tornar um partido político, credos religiosos ou sistema de casta social.
Os espíritos instruem os seres humanos em qualquer lugar que se encontram, quer sejam párias ou reis, mendigos ou afortunados, sábios ou analfabetos, pretos ou brancos, encaminhando o espírito encarnado e desencarnado para a moral espiritual, melhorando sua convivência familiar, e com uma sociedade mais justa para todos.

Os bons políticos que é um caso raro em nosso planeta, são assistidos por bons espíritos, e os maus políticos que são maioria, é alvo predileto dos espíritos malfeitores e zombeteiros do plano espiritual.
Não é a doutrina espírita que irá sanear a imoralidade dos acordos e partidos políticos maquiavélicos, mas é a renovação moral do indivíduo, que então o distingue e o transforma como peça sadia do meio ou organização política, social, religiosa ou educativa onde passa a atuar.
Leia Mais

Pensamentos para Reflexão – Parte 1635

Os espíritos benfeitores e respeitados, embora se comuniquem no seio de povos ou raças mais exóticas, são unânimes em explicar que não existe o inferno, o purgatório e o céu teológicos pintados nos quadros e gravuras hebraicas; que os espíritos sentem no seu perispírito as emoções e sensações ainda dominantes de quando estavam encarnados; que o espírito sofre nas suas encarnações futuras, os efeitos das causas que gerou em suas existências passadas.
Que os espíritos nascem simples e ignorantes, e são lançados no caminho evolutivo dos mundos planetários, para adquirir a consciência de si mesmos e elevar-se até a angelitude.
Ainda divulgam a quantidade dos mundos habitáveis em todo universo, pois “há muitas moradas na casa de meu Pai”, para a sobrevivência de todos os espíritos, e seres.

Na Criação Divina não há duas medidas, tudo o que existe visível ou invisível aos sentidos do ser humano origina-se de uma só fonte DEUS.
Há uma só essência no âmago de todos os seres, pois as discordâncias exteriores são apenas frutos das diversas etapas evolutivas dos seres na sua variedade de manifestação.
A discordância é sempre uma ilusão criada pelos sentimentos físicos do ser humano, mas inexistente para a visão real e panorâmica do espírito.
Leia Mais