Alcoolismo E Suas Consequências – Parte 08

Sobre o efeito do álcool o espírito encarnado identifica ou pressentem velhas inimizades, começa a surgir o ódio, a vingança e despeitos que estavam adormecidos no seio de seu espírito, dominam insultos e ódios, no estado de embriagues, o espírito do ser humano flutua sobre seu corpo físico, e sua percepção e memória psíquica aumentam, abrangendo os fatos, que viveu em vidas passadas, e reconhece pelo instinto, os seus desafetos pela nova forma física, como seus familiares.
Leia Mais

Alcoolismo E Suas Consequências – Parte 07

A lei do carma age a cada segundo cumprindo os objetivos do espírito culposo em suas atitudes, os pais que se embriagam e ao terem uma relação sexual, podem lesar o gérmen da fecundação, e gerar um corpo defeituoso para o espírito que será seu futuro filho, os futuros pais se candidatam à amargura de procriarem filhos retardados, esquizofrênicos, mentecaptos, nevropatas, ou alcoólatras.
O corpo físico é o instrumento de ação do espírito na matéria, que representa na sua formação o estado evolutivo e o processo cármico que devera passar para buscar a harmonia que perdeu em vidas passadas pelos seus procedimentos negativos.
Leia Mais

Alcoolismo E Suas Consequências – Parte 06

O álcool excita e acelera as contrações do coração, elevando o metabolismo da vida que se esgota mais cedo e o altera no seu trabalho de diástole e sístole, a aceleração do metabolismo cardíaco por meio do álcool num sistema circulatório já intoxicado também provoca a depressão mais cedo.
O alcoólatra, quando atingem a velhice sofrem de má circulação sanguínea, devido à opressão da rede vascular e á estagnação do sangue,mais na superfície do corpo do que em sua intimidade, deixa as faces congestionadas, olhos injetados, o ser humano fica mais exposto ás afecções bronquiais, resfriados, gripes, pigarros, laringites e asma.
Leia Mais

Alcoolismo E Suas Consequências – Parte 05

O câncer é consequência de qualquer alteração no ritmo normal da vida, o álcool, pelo seu efeito corrosivo e degenerativo facilita mais o clima eletivo para mais rapidamente se manifestar o câncer, a ingestão contínua do tóxico alcoólico nos tecidos delicados do organismo físico inverte os pólos criadores da vida e propicia o câncer.
As células desvitalizam e se modificam em seu esquema biológico até se tornarem um lixo microrgânico, minando sua base criadora, da mesma forma, a radioatividade em excesso ataca a intimidade delicada da medula óssea e altera a função criadora do processo da hematopoese, que é responsável pela produção de glóbulos vermelhos, do que resulta a leucemia ou o câncer sanguíneo
Leia Mais

Alcoolismo E Suas Consequências – Parte 04

O câncer tem sua origem em diversos fatores, tanto por vírus, químicas, traumáticas, enzimáticas e psíquicas, sobre a função de animália e desordem do ritmo da vida, a maior proporção destruidora provém do carma de espíritos, que em vidas passadas, usaram mal as forças criadoras, em seu interesse e seu egoísmo, causando prejuízos ao seu próximo.
O câncer é uma materialização das atitudes humanas censuráveis ou uma alteração do ritmo normal da vida, outra causa que pode gerar o câncer, é a alimentação nociva, no vício do álcool, do fumo, do entorpecente, e descontrole excessivo sexual, abortos, e violências mentais gerada pelo espírito no seu uso de seu corpo físico.
Leia Mais